Bem vindo!

Tu que és um andarilho virtual na constante busca pelo conhecimento e diversão, celebre a vida conosco! Junte-se à nossa lareira, venha beber uma taça de vinho ou esfriar-se em uma grande caneca de cerveja, faça novos amigos ou solidifique velhas amizades.

"Sem comer e sem beber ninguém se cobre de glória" (provérbio viking).

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Peter Frampton: I'm In You

Após o grande sucesso do álbum duplo "Frampton Comes Alive!" em 1976, o britânico Peter Frampton revela que não precisa de muito tempo para produzir hits tão bons quanto os anteriores, prova disto está em "I'm In You", a primeira faixa do álbum homônimo de 1977.  

Frampton ainda com sua beleza angelical mostra seu lado romântico neste single setentista, deixando o alegre rock escapista pós-Vietnã para celebrar a chegada dos anos 80 (bonita camisa Peter).

Nesta semana do Dia Mundial do Rock não poderia deixar de agradar queridos amigos, então, esse vídeoclipe vai para a maior fã de Peter Frampton que eu conheço, senhorita Marisa Mendes.

I'm In You (Peter Frampton)


I don't care where I go
When I'm with you
When I cry
You don't laugh
'Cause you know me

I'm in you
You're in me
I'm in you
You're in me
'Cause you gave me the love
Love that I never had
Yes, you gave me the love
Love that I never had

You and I don't pretend
We make love
I can't feel anymore than I'm singing

I'm in you
You're in me
I'm in you
You're with me
'Cause you gave me the love
Love that I never had
You gave me the love
Love that I never had

---- Instrumental Interlude ----

Come so far where you think of last fall
You can die but remain you and I
I'm in you
You're in me
I'm in you
You're with me
'Cause you gave me the love
Love that I never had
Yes, you gave me the love
Love that I never had
You gave me the love
Love that I never had

I don't care where I go
When I'm with you

2comentários:

marisa mendesdisse...

Cool, next time: "Do you feel like we do?" Truly, my favorite. Besos.

Ivo Camposdisse...

I'm in You é pra mim o melhor album do Frampton. O que chama mais atençao nele é que, alem de ser um eximio guitarrista, é um bom cantor, gosto muito da voz do senhor Peter. Outra coisa marcante na carreira solo dele é o piano, sempre marcante. Melhor artista de AOR setentista de longe. Tambem gosto muito dele no Humble Pie (formado junto com ex-membros do Small Faces), mas a carreira solo dele pra mim é melhor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...