Bem vindo!

Tu que és um andarilho virtual na constante busca pelo conhecimento e diversão, celebre a vida conosco! Junte-se à nossa lareira, venha beber uma taça de vinho ou esfriar-se em uma grande caneca de cerveja, faça novos amigos ou solidifique velhas amizades.

"Sem comer e sem beber ninguém se cobre de glória" (provérbio viking).

sexta-feira, 15 de julho de 2011

As 10 Capas Mais Ridículas do Rock

Seria engraçado se não fosse tão vergonhoso para o rock nos depararmos com ícones do ridículo. Alguns álbuns expressam o que já sabíamos de antemão, bandas que são verdadeiros arranjos florais, que um dia alguém resolveu nomear de glam metal ou glam rock.

LOOK WHAT THE CAT DRAGGED IN (POISON)
Se você pesquisar quem levou os créditos pelo design e fotos deste álbum de 1986, não achará, pois até o profissional envolvido sentiu tamanha vergonha de sua obra que preferiu ficar anônimo. Claro que a banda Poison nega seu lado drag queen aflorado, dizem que foi apenas uma brincadeira em relação a um álbum dos Beatles. Sei...

LOVESEXY (PRINCE)
Apesar do Prince não ter um estilo musical definido, migrando do rock psicodélico ao funk, não poderia deixar de incluir essa infame capa de álbum fotografada por Jean Baptiste Mondino, lançada em 1988. Será que ninguém avisou que o artista estaria pagando o maior "chimpanzé" com essa egotrip?

NEW YORK DOLLS (NEW YORK DOLLS)
Se você acha que a moda hEMOdiálise é algo contemporâneo, desconhece a banda New York Dolls, os pioneiros da música pré-punk Nova-iorquina no início da década de 70. A impresa os ridicularizava como uma caricatura drag dos Rolling Stones. O álbum homônimo, lançado em 1973, foi maquiado por Dave O'Grady e fotografado por Toshi Asaka.

EASTER (PATTI SMITH)
Nossa primeira presença realmente feminina neste top ten está bem à vontade com seu "chumacinho" embaixo do braço. O álbum fotografado por Lynn Goldsmith foi lançado em 1978, período que a depilação brasileira não estava em seu apogeu.

STAY HUNGRY (TWISTED SISTER)
Outro dia assisti uma entrevista com o vocalista Dee Snider e para minha surpresa, vi um sujeito que mais parecia um hell angel, bem diferente do seu começo como uma boneca Emília barbarizada dos anos 80 (vai entender o que as pessoas fazem por dinheiro). Este álbum lançado em 1984 teve a direção de arte de Bob Defrin e fotografia por Mark Weiss Studio.

BESTIALITY (THE HANDSOME BEASTS)
Vamos dar uma "pausa" nos álbuns andrógenos para visualizarmos uma cena extremamente ridícula nesta capa de disco lançada em 1981. Acho que perdi a vontade de comer torresmo!

ANTHOLOGY (MANOWAR)
Roqueiros hipertrofiados, suados e trajando indumentárias da Red Sonja, ninguém merece! Motivos que fazem deste álbum de 1997, mais uma obra do ridículo. A banda deveria ter ficado nas ilustrações ao estilo fantasia, eram bem mais legais.

NIGHT ROCKER (DAVID HASSELHOFF)
Quem vivenciou a década de 1980 terá a certeza que o álbum acima não é miragem. Para as lamúrias dos verdadeiros roqueiros, trata-se do protagonista da Super Máquina bancando o "cool" com sua Gibson Explorer.

FOUR ON THE FLOOR (JULIETTE AND THE LICKS)
Por que existem pessoas que insistem em mudar de segmento profissional sendo que não tem a menor vocação para tal escolha? Esse é o caso da atriz Juliette Lewis com seu álbum extremamente ridículo e capa ao estilo Pocahontas mesclado com índio de madeira.

NOBLE SAVAGE (VIRGIN STEELE)
Será que esse "noble savage" com uma bela escova ao estilo "Farrah Fawcett" foi sodomizado pelo Virgin Steele nos bastidores da confecção desta capa? Para o desespero do bom gosto, parece que a fórmula do Manowar voltou a se repetir em 1986, com uma mistura de Conan e Príncipe Valente.

4comentários:

Anônimo disse...

O blog é show de bola !!!!

Nunca vi um blog tao variavel quanto esse. Frequentarei mais !

Abraços.

PS - Poison é um lixo hahaha

Gen Luglidisse...

Valeu amigo anônimo, o intuito do blog é ser um grande pub de variedades e será um prazer tê-lo como participante ativo! Abraço(Realmente Poison é uma merda)

marisa mendesdisse...

Impressionante do que o ser humano é capaz, hahahahahahaha.... ainda bem que, pra quem gosta de Rock como eu, não achei nada da minha lista. Ainda bem ´rsrsrs. Beijos.

Anônimo disse...

A guitarra identificada em uma das capas como sendo uma icônica GIBSON EXPLORER é na realidade uma cópia barata japonesa da marca ARIA.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...