Bem vindo!

Tu que és um andarilho virtual na constante busca pelo conhecimento e diversão, celebre a vida conosco! Junte-se à nossa lareira, venha beber uma taça de vinho ou esfriar-se em uma grande caneca de cerveja, faça novos amigos ou solidifique velhas amizades.

"Sem comer e sem beber ninguém se cobre de glória" (provérbio viking).

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

China: Uma Imponente Nação de Sabores

A magnitude da Grande Muralha da China pode ser vista do espaço
Por trás da Grande Muralha da China se oculta uma cultura milenar, que almeja plenitude e satisfação, fixando os olhares nos pequenos detalhes, conforme a metáfora gastronômica do grande filósofo chinês, Lao Tzu: “Governar uma grande nação é como cozinhar um peixe pequeno”. 

O hábito alimentar do povo chinês pode ser comparado ao kung fu Shaolin, pois se divide estilos territoriais: a cozinha do norte, preconizada principalmente nas cidades de Beijing (antiga Pequim), Shantung e Tientsin, definida pela elaboração de pratos oleosos (sem serem enjoativos), pelo uso acentuado do alho e do vinagre e pela paixão das massas e pães à base de farinha de trigo; e a cozinha do sul, famosa pela deliberada adição da pimenta, pelo agridoce da culinária cantonesa e pela cultura do arroz e seus derivados (desde 1200 a.C.).

A iluminada vida noturna da moderna Shanghai
A cozinha chinesa trabalha com estímulos aos sentidos, esculturas em frutas e legumes aumentam ainda mais a atração visual de um prato, mas é a teoria da “harmonia dos alimentos” atribuída ao intelectual Yi Yin da dinastia Shang (1766 – 1045 a.C.) que a gastronomia chinesa enfatiza as propriedades dos alimentos na prevenção e cura de diversas enfermidades.

Hong Kong
Não poderia ser diferente no taoísmo, que rege o equilíbrio da alimentação através da simbologia Yin (princípio passivo, frio) e Yang (princípio ativo, quente). 

Beijing
Graças às viagens de Marco Polo à corte de Kublai Khan (século XIII), iniciou-se a difusão da cozinha chinesa no ocidente, presenteando a Itália com o fabuloso macarrão. 

A Cidade Proibida em Pequim
A wok e o hashi são os ícones da identidade chinesa na culinária, e iguarias como o Pato Laqueado de Pequim, o Frango Xadrez, o Yakisoba, o Rolinho Primavera, o Porco Agridoce, bem como, a valoração do chá, fazem desta gastronomia oriental uma das mais apreciadas no mundo.

Pescadores chineses no Rio Li em Guilin

5comentários:

Cabeça Femininadisse...

lindas fotoos!!!


adoreeei o blog e estou seguindo!!


qnd tiver um tempinho, se quiser conhecer o meu serah mt bm vindo!


grande beijo


http://cabecafeminina.blogspot.com/

Gen Luglidisse...

Obrigado! Não deixe de vasculhar outros tópicos do blog. Bem bacana o seu, focado no público feminino e com grande número acessos!

marisa mendesdisse...

Friend, curiosa: algum motivo especial para chamar a cidade de Pequim e depois de Beijing?

Gen Luglidisse...

Nada especial, apenas fiz o upload desta foto com a outra forma do nome! O restante como pode notar é Pequim.

vivi disse...

Ah, que lugar especial!!!! A comida é maravilhosa, a paisagem é linda e difetente e as comprinhas, então..., infinitas!!!Saudades!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...